Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de março de 2009

A velha Motivação revisitada - Victor Vroom - Yale School of Management

Quando falamos de motivação lembramos imediatamente da Teoria das Necessidades Humanas de Maslow. Vamos olhar de um mirante diferente agora: A “teoria contingencial da motivação” de Victor Vroom. "Essa teoria provê um modelo de quando as pessoas decidem exercer auto-controle para perseguir objetivos. Como elas decidiriam racionalmente a se motivar ou não por um curso particular de ação. O nível de produtividade individual depende de três forças básicas que atuam dentro do indivíduo: objetivos individuais, a relação que o indivíduo percebe entre produtivdade e alcance de desses objetivos e a capacidade de o indivíduo influenciar seu próprio nível de produtividade, à medida que acredita poder influenciá-lo.

Os três principais fatores nessa teoria são: Valência, Expectativa e Instrumentalidade.

Valência é a importância colocada na recompensa. Expectativa é a crença de que os esforços estão ligados à performance. Instrumentalidade é a crença de que a performance está relacionada às recompensas. Por exemplo, a expectativa de um vendedor é a sua crença de que um maior número de telefonemas vai resultar em mais vendas (performance). Sua instrumentalidade é que mais vendas (performance) vão resultar em maiores comissões (recompensas). Sua valência é a importância colocada nas comissões (recompensas). Esses três fatores resultam na motivação. Se um desses fatores não existe, a motivação se vai. Se o vendedor não acredita que maiores esforços resultam em melhor performance, não há motivação.

Outro aspecto da teoria diz que uma pessoa só aplica esforço se há uma chance de ela alcançar um determinado desempenho (performance). Alcançar essa performance faria com que acontecesse determinada consequência que a pessoa tinha em mente. A performance deve ser alcançável pelo sujeito em questão. Objetivos inalcançáveis são desmotivadores. De acordo com a teoria da expectativa, a quantidade de esforço que uma pessoa exerce em uma tarefa específica depende da expectativa que ela tem de seu resultado".
Nossos projetos nas empresas devem sempre passar por uma avaliação profunda dos retornos. Ou melhor, o que nós ganhamos com isso? Muitos projetos de mudança fracassam por falta de clareza dos benefícios da mudança para as pessoas.

3 comentários:

  1. ótimo texto, muito claro !!

    ResponderExcluir
  2. - Realmente é um texto muito claro, coisas que não entendi com meu professor eu entendi aqui.

    ResponderExcluir
  3. Magnificent goods from you, man. I have bear in mind your stuff prior to and you're just extremely excellent. I actually like what you have got right here, really like what you're stating and the best way in which you are saying it.
    You make it enjoyable and you continue to take care of to keep it wise.

    I can't wait to learn far more from you. This is actually a wonderful website.

    Also visit my homepage; altiplano

    ResponderExcluir