Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Liderança hoje...

Mas no bom sentido, é claro! Uma empresa é tão boa quanto os seus líderes. Não existem funcionários ruins,  existem chefes despreparados. A fome por resultados vem de objetivos claros, propósitos, inteligência do QI, mas tambem emocional e social. Os três sensos: responsabilidade, propriedade e urgência estão presentes em líderes que fazem acontecer. Mas atenção! Competências bacanas vemos muitas por aí, são lindas! Mas de nada adianta se tais gestores não sabem realizar as tarefas básicas da gestão: Planejar, organizar, dirigir e controlar. Isso não é novo. 1909 Alfred Sloan. O gestor que internacionalizou a General Motors Company e estabeleceu as bases da administração que conhecemos hoje. Ao invés de curriculos fantásticos de MBA, porque não passar 18 meses estudando os principios básicos da administração de empresas? Seria mais proveitoso. Depois, complementaria o curriculo com habilidades também básicas de se comunicar (presencial e virtual), negociar, administrar o tempo e tomar decisões. Eu incluiria a cadeira de Execução. Muita gente boa planeja, planeja, organiza, dirige, mas não executa. Se não executa, não controla. Se não controla, não dirige. Então é gestor de quê? Para que serve uma pessoa na posição de liderança? Para fazer mudanças, inovações. Somente isso. Caso contrário, não precisamos dela. Você concorda?

Nenhum comentário:

Postar um comentário