Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Marketing 3.0 - Uma revolução mental além dos negócios 'conceitos'

A palestra do Délio na semana passada foi esclarecedora. Enquanto o marketing 1.0 cuidava do atendimento a uma demanda maior que a oferta, era relativamente fácil ganhar dinheiro. Pouco produtos, poucos competidores e mercado protegido. O marketing 2.0 trouxe a diferenciação, a segmentação, os nichos e a sensibilidade para as necessidades do consumidor. Na transição para o marketing 3.0 falamos de Valor para o cliente. Nessa perspectiva, surgiram as chamadas lojas conceito. Eu não entendo muito essa história de conceito no varejo. Entendo um modelo de carro futurista, um desfile de moda, um edifício super-inteligente, uma casa cor. Ideias que ainda não existem, mas que nos dá um flash do que virá pela frente. Mas quando vejo supermermercado conceito, loja de material de construção conceito, loja de eletrodomésticos conceito, entro para ver se descubro algo futurista, diferente de tudo que conheço sobre aquele produto ou serviço. Pergunto e descubro que nem os funcionários sabem direito do que se trata. Eu também não vejo nada de diferente. Mas voltando para o  MKT 3.0, a revolução é definitiva. Um marketing centrado em valores humanos, na ética, noo respeito, na entrega superior, na satisfação pura e simples, sem artifícios, sem promessas de vendedor, sem oferecer mais do que se pode ou se tem. 
Aprendizado: temos um longo caminho a percorrer para a adoção de modelos de gestão centrados nas pessoas. Mas precisamos começar. O Epicentro é isso. Estimular o pensamento para gerar ideias que valem a pena aplicar.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário