Pesquisar este blog

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Recursos Humanos e tecnologia são áreas promissoras para 2014

Com a previsão um pouco mais modesta para a economia brasileira, o ano começa com um tom de cautela no ar. Mas quando o assunto é mercado de trabalho, nem tudo é má notícia.

Há alguns setores que, mesmo em meio a uma economia menos aquecida, oferecem boas oportunidades para o crescimento e desenvolvimento profissional.
Um estudo realizado pela consultoria Mercer, em parceria com a DMRH e Cia de Talentos, mostra algumas áreas que apresentaram uma maior evolução salarial no ano passado, e devem continuar no mesmo ritmo em 2014.
- A primeira área apontada como promissora para 2014 está dentro de recursos humanos, mais especificamente aqueles profissionais que cuidam de remuneração e benefícios. Eles são responsáveis por traçar estratégias para reter talentos e, principalmente, oferecer um bom pacote de benefícios para atrair os melhores profissionais.
- Outra área em destaque: relacionamento com investidores. Com um ano instável na economia, muitas empresas postergaram a abertura de capital. Apesar disso, a área de relações com investidores é apontada como um setor em crescimento. Entre os motivos, de acordo com a pesquisa, há ainda uma carência de profissionais qualificados para gerenciar eventuais crises com acionistas minoritários.
- Próxima carreira: gestão de vendas. Esses profissionais vão cuidar do relacionamento com os clientes. Fato indispensável diante do aumento da concorrência no varejo, por exemplo. Sobretudo, no comércio eletrônico.
- Com o alto índice de tributos, os profissionais dedicados ao planejamento tributário também se destacam. Eles devem ter habilidade para lidar com a complexidade fiscal brasileira, que pode variar de acordo com estado e principalmente em relação ao setor de atuação da empresa que ele oferecer seus serviços.
- Uma área em destaque: gestão de projetos. Eles são profissionais que podem atuar em diferentes frentes da área comercial. Passando pela produção, controle de qualidade e seja encarregado pelos contratos de serviços.
- E, por último, tecnologia. Há uma demanda forte de profissionais que não foi devidamente atendida. Os profissionais desta área precisam ter formação técnica qualificada, mas não pode esquecer de desempenhar uma visão estratégica.

Fonte: Globo News - Conta Corrente | Seg, 06/01/14 por Flávia Sarmento | categoria Sua Carreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário