Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de junho de 2014

MOTIVOS MAIS COMUNS DE ASSÉDIO MORAL listados pelo Ministério do Trabalho.

No Brasil, 42% dos trabalhadores já sofreram algum tipo de assédio moral no emprego, de acordo com levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Para a entidade, o resultado da pesquisa comprova que o problema é grave no País e representa risco para a saúde pública. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aponta que as vítimas mais frequentes são mulheres, pessoas negras e homossexuais.

- O chefe amendronta o empregado e diz que ele pode perder o emprego 
- A mesma ordem para tarefas simples é repetida centenas de vezes até desestabilizar      emocionalmente o subordinado
- Sobrecarga de tarefas. 
- Sonegação de informações que impedem a continuidade do trabalho 
- Desmoralização do funcionário em público, diante dos demais trabalhadores. 
- Rir, à distância e em pequeno grupo, direcionando os risos ao trabalhador.
- Ignorar a presença do trabalhador.
- Desviar da função ou retirar material necessário à execução da tarefa, impedindo o trabalho. 
- Troca de turno de trabalho sem prévio aviso. 
- Mandar executar tarefas acima ou abaixo do conhecimento do trabalhador. 
- Dispensar o trabalhador por telefone, telegrama ou correio eletrônico, estando ele em gozo de férias. 
- Espalhar entre colegas que o trabalhador está com problemas nervosos. 
- Sugerir que o trabalhador peça demissão devido a problemas de saúde 
- Divulgar boatos sobre a moral do trabalhador.

Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/sua-carreira,confira-se-voce-esta-sendo-vitima-de-assedio-moral-no-trabalho,1505489

Nenhum comentário:

Postar um comentário