Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Por que vivemos em tempos de tanta intolerância?


Por Andressa Lindsey

Nos últimos meses temos vistos manifestações de muita intolerância principalmente nas redes sociais, pessoas são privadas de expor qualquer tipo de opinião sem que haja um mundo de ataques que podem ser até de forma branda, mas muitas vezes são para lá de agressivos.
Descontentamento com personagens e cenas de novelas ou serie, campanhas publicitarias, uma frase de autoajuda em formato de post na rede social, uma foto de alguém fora do peso, com os nervos à flor da pele reclama-se porque está frio, calor, sol, chuva por tudo.
Isso sem falar nas atitudes em trens, transito, lojas, etc. Mas vamos falar do virtual que para mim é um mundo paralelo. Por que nos comportamos desta forma?
Protegidos pela tela do computador e com a liberdade que a internet nos permite, julgamos, condenamos e nos colocamos acima do bem e do mal.
Trazendo a questão para um algo mais elaborado podemos citar o estudo realizado pela filósofa e política alemã Elisabeth Noelle-Neumann que embasa a teoria do espiral do silêncio após estudos iniciados na década de 60 com base em pesquisas sobre efeitos dos meios de comunicação em massa.
Espiral do silêncio tem como objetivo explicar a razão por qual as pessoas permanecem em silêncio quando suas opiniões, convicções ou uma simples ideia está divergente da maioria, isso ocorre, pelo medo do isolamento perante ao círculo social e com isso, tende a evitar impasses. As opiniões dominantes são o que realmente importa nesta teoria, sendo assim, a opinião individual passa por processo de aprovação dos demais e só desta forma pode ganhar força.
Grande filosofo Aristóteles sugere estar em um círculo social é fundamental para os homens que precisa de vínculos para satisfazer seus desejos e necessidade e com isso, o medo deste isolamento é frequente.
De fato, sempre foi assim. Buscando sermos aceitos no “grupinho legal” abdicamos de nossas próprias opiniões em prol deste desejo.  Mas hoje com a velocidade da informação isso fica cada dia mais evidente e aquele que com opinião, convicções políticas, religião e time de futebol diferente perde o direito de se expressar para não ser hostilizado pelos demais.
O que esquecemos mesmo neste mundo moderno é o respeito pelas pessoas. O respeito pelas escolhas. Se isso realmente existisse poderíamos esquecer aquela famosa frase de que política, religião não se discutisse pois com respeito e bons argumentos poderíamos aprender sempre mais com outras pessoas.
E aprender faz bem SEMPRE!
Fonte: https://desenvolvimentohumanoblog.wordpress.com/  3 DE JULHO DE 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário